cochim cochin kochi India

Cochim não é a capital de Querala mas é a sua maior cidade e aquela que recebe mais visitantes. Esta situação não ocorre por acaso, ocorre porque Cochim é mesmo uma cidade maravilhosa e a porta de entrada para explorar Querala, as Águas Paradas (backwaters) e o sul da Índia.

Cochim cochin kochi india

Cochim merece que se passe lá algum tempo, especialmente porque há muita coisa para explorar na cidade e nos seus arredores. Dedique pelo menos três ou quatro dias para a explorar. Aqui fica uma lista de coisas que são imperdíveis para fazer em Cochim.

Cochim cochin kochi india

Cochim cochin kochi india

1. Explorar as ruas de Forte Cochim

Forte Cochim é o local original onde foi erigida a povoação da colónia portuguesa. Hoje a cidade de Cochim espalha-se por outros bairros, sendo o mais moderno Ernakulam. Forte Cochim é o bairro mais típico e tradicional, com edifícios coloniais (a maioria transformados em hotéis e restaurantes), comércio tradicional e ruas cheias de população simpática e acolhedora. Passear nestas ruas é uma excelente introdução à cidade.

Cochim cochin kochi india

Cochim cochin kochi india

2. Visitar o Palácio Mattancherry (Palácio Holandês)

O Palácio Mattancherry é conhecido em Cochim como o Palácio Holândes. Estranhamente, o palácio não foi construído pelos holandeses mas sim uma oferta do Raja da região aos portugueses, no século XVI. No entanto, depois de os holandeses conquistarem e tomarem Cochim, e apropriarem-se de todo o património da ex-colónia portuguesa, o palácio passou para as mãos dos holandeses. O exterior do palácio é bastante austero e nada apelativo, no entanto, o seu interior é riquíssimo em murais pintados nas paredes, representando os livros sagrados do Ramayana e Mahabharata. Infelizmente não se podem tirar fotografias do seu interior. Vale a pena visitar. Pode combinar uma visita a este palácio com o bairro judeu, que é logo ao lado.

Cochim cochin kochi india

3. Conhecer as redes de pesca chinesa

Uma das imagens de marca de Cochim são as redes de pesca chinesas. Cochim foi um interposto comercial importantíssimo na Rota das Especiarias. Daqui saíam especiarias para o Médio Oriente, China, Europa e até África. A Cochim chegavam e partiam muitos comerciantes que traziam novas ideias e novas técnicas, nomeadamente as técnicas de pesca chinesa que hoje podem ser observadas na praia de Forte Cochim e nos canais espalhados pela região. Estas redes de pesca chinesa são fantásticas, e vale a pena entrar numa delas para as ver a funcionar. Os pescadores vão adorar recebê-lo.

Cochim cochin kochi india

4. Visitar a igreja de São Francisco

A igreja de São Francisco é um local de visita obrigatória para todos os portugueses.  Foi ali que Vasco da Gama foi sepultado quando morreu de malária na Índia. Aqui esteve cerca de 14 anos, quando o seu filho decidiu empreender uma viagem desde Portugal até Querala para recuperar o seu corpo e transladá-lo para o Mosteiro dos Jerónimos, em Portugal.  A igreja, construída pelos portugueses, tem alguns painéis informativos com a história de Vasco da Gama e o túmulo onde ele esteve sepultado. A entrada é grátis.

Cochim cochin kochi india

5. Visitar a Basílica de Santa Cruz

A Basílica de Santa Cruz é a maior basílica de Cochim e foi construída pelos portugueses pouco tempo depois de chegarem à Índia. No entanto, o edifício original foi destruído e a igreja que existe hoje data já do início do século XX. O seu interior é colorido e vale a pena uma visita.

Cochim cochin kochi india

6. Conhecer a Galeria de Arte 

A galeria de arte da cidade de Cochim expõe trabalhos de artistas locais e indianos durante todo o ano mas é na época da “Bienal” que a galeria abre as suas portas ao público e as multidões enchem os corredores e pátios deste edifício colonial. Tive hipótese de visitar a bienal, onde vi várias obras de arte interessantes.

Cochim cochin kochi india

Cochim cochin kochi india

Cochim cochin kochi india

7. Visitar o bairro judeu e a sinagoga de Pardesi

Querala e Cochim orgulham-se de ter uma comunidade judaica a viver aqui que nunca foi perseguida e que sempre viveu em harmonia com as comunidades muçulmanas da região. Outrora uma das zonas mais fervilhantes de vida na cidade, o bairro judeu quase se esvaziou desde 1948, aquando da criação do estado de Israel. Hoje o funcionamento da sinagoga no shabbat depende da presença de um número mínimo de judeus, que já não existem a viver aqui. Assim, só a presença de turistas israelitas permite a sua realização. Apesar da diminuição da população judaica, há ainda muitas marcas da presença de judeus no bairro e vale a pena visitá-lo.

Cochim cochin kochi india

8. Passear na praia Mahatma Gandhi

A praia Mahatma Gandhi é a praia principal de Forte Cochim. Não imagine uma praia tropical ou com areias limpas e águas transparentes. A praia é poluída, com areias sujas e óleos e lixos a boiar, mas mesmo assim vale a pena. Vale a pena espreitar os locais a passear e namorar na praia. Vale a pena ver os pescadores a lançarem as redes de pesca. E, acima de tudo, vale a pena passear pelo principal local de lazer dos habitantes de Cochim.

Cochim cochin kochi india

9. Ver um espectáculo de Kathakali

Estas são as manifestações culturais mais reconhecidas de Querala. Como vimos num artigo anterior em que falamos já detalhadamente sobre esta arte, o Kathakali tem origem em formas teatrais mais antigas, mas pensa-se que poderá ter aparecido há mais de 300 anos. Ver um espectáculo de Kathakali em Cochim é fácil e recomendamos o Kathakali Center.

Cochim cochin kochi india